terça-feira, 17 de junho de 2008

O VISITANTE

Você tem medo dessa coisa
que ainda não deu um nome,
mas conheçe muito bem
sente o que está chegando
esse seu trem
não será a partida,
sim quem chega sem avisar

você sente que vem rolando
eletrizado pela vontade
da alma insatisfeita
carregada de beleza
e toda a dor humana

você vai prantear um mar
vai pesar mais o que o ar
vai flutuar sobre o nada
e um dia,
tudo passará

você tem medo dessa coisa
que ainda não disse o nome,
porém já é tempo para não ter
mais nenhum
temor

Um comentário:

claudiokezen disse...

Fala compa. Acho que este texto/poesia dá música. E vc?